Qual regime de tributação é o mais adequado para a sua empresa?

By 24 de março de 2016Empreendedorismo

Ao se tornar empreendedor é preciso se familiarizar com diversos termos que não eram conhecidos. E regime de tributação é um desses termos. Regime de tributação significa o modo que a sua empresa se enquadra de acordo com o faturamento na cobrança de tributos federais e/ou estaduais se houverem. Dessa maneira, é necessário que você conheça um pouco mais sobre esses regimes e em qual deles a sua empresa se encaixa.

MEI – Microempreendedor Individual

A modalidade MEI ou Microepreendedor individual é aquela que contempla pequenos empresários individuais com faturamento até R$60.000,00 por ano. Além disso, a modalidade MEI é isenta de tributos federais, sendo indicada apenas para micro-empresários, vendedores e prestadores de serviço individuais que desejam se formalizar. Na modalidade MEI é permitido emitir notas fiscais e ter um CNPJ.

Regime de Tributação Simples Nacional

O regime de tributação Simples Nacional contempla os empresários que possuem até 3,6 milhões de faturamento anual e contam com uma alíquota única para pagamento de impostos federais como o PIS e o COFINS. Nesse regime tributário são incluídos os pequenos empresários que já romperam a barreira de faturamento máximo no MEI. Este regime de tributação é o mais utilizado no país por comerciantes e prestadores de serviços de todos os tipos.

Lucro presumido

No regime de tributação de Lucro Presumido, se adequam as empresas que possuem faturamento bruto anual de até R$ 78 milhões. No regime de Lucro Presumido, o cálculo dos tributos é feito mediante as alíquotas para cada área de atuação na hora do recolhimento dos impostos federais e estaduais com PIS, COFINS, ISS, INSS, ICMS, IPI e outros. Esse regime tributário arrecada os impostos mediante o que foi presumido para o ramo de atividade que é exercido.

Lucro real

No regime de tributação de Lucro Real, os impostos são calculados baseando-se exatamente no faturamento registrado no ano anterior. Ele é o mais adequado para grandes empresas e indústrias. Além disso, ele é obrigatório em instituições financeiras como bancos e também em seguradoras. É o regime de tributação em que as arrecadações costumam ser bem maiores e determinadas exatamente de acordo com o faturamento das empresas.

Depois de ler mais sobre os regimes de tributação, você já consegue saber qual deles é o mais adequado para a sua empresa. Geralmente, para quem está iniciando as atividades como empreendedor, os regimes de tributação mais adequados são ou o MEI ou o Simples Nacional. Com esses dois é possível gozar de todos os direitos que esses regimes proporcionam.

Porém, no MEI é possível contratar apenas um funcionário com o salário base da categoria de atuação, sendo portanto, uma modalidade empresarial não enquadrada como regime tributário em si. Além disso, ela não fornece todos os recursos necessários para o pequeno e médio empresário que precisa de uma estrutura maior para crescer e se desenvolver.

E você, já descobriu o regime de tributação que a sua empresa se encaixa? Lembre-se que é fundamental estar adequado nessas questões tributárias para se manter dentro da legalidade no que diz respeito às instituições federais. Por isso, um controle apurado do seu negócio e automação comercial são mais do que necessárias para se dar bem nesse quesito.

Conte com a gente para fazer mais pelo seu negócio. Entre em contato com a JA Automação e garanta o sucesso das suas operações.

Posts Relacionados

Leave a Reply